13 Estratégias Para Estimular Os Alunos

Na procura de alcançar melhores resultados em sala de aula, realizei pesquisas e compartilhei perspectivas, reflexões e experiências com outros profissionais, tendo como objetivo estimular os alunos a estudar e aprender melhor.

Através dessas reflexões foi possível identificar estratégias que podem contribuir para o processo de ensino e aprendizagem.​

A capacidade do cérebro de se adaptar a novos estímulos e criar rotas alternativas de aprendizagem é chamado de neuroplasticidade. Por isso é fundamental procurarmos estimular o cérebro do nosso aprendente. Pensando nisso se deu a realização dessa abordagem.

1º Crie um ambiente favorável para a aprendizagem

Um ambiente favorável está além da estrutura física, ele favorece o processo de ensino e aprendizagem através da confiança e respeito, portanto realize atividades em grupo para que o aluno aprenda a interagir, respeitar a opinião dos colegas e trabalhar em equipe. O professor deve realizar uma abordagem de aproximação, sem a presença de ameaças, pois ninguém consegue aprender se o que o motiva é o medo. Troque de ambiente se possível , proponha  atividades na quadra, na horta da escola ou em uma área verde. Realize passeios sempre com objetivos definidos e com atividades que visem um aprendizado.​

A prática do professor nunca pode ser aleatória, sempre deve ser levado em consideração o disciplina e a faixa etária da turma. Seja sempre mediador de todo processo pois o objetivo não é apenas tirar da rotina mais construir uma relação de respeito e simpatia; assim o aluno terá mais confiança para dialogar e tirar dúvidas.​

Construa uma relação de proximidade, onde o aluno possa se sentir seguro para participar. Como?


Evite críticas e comparações  pois cada aluno é único. Verifique as dificuldades de cada um, se observar  a necessidade de conversar com algum aluno converse sem o expor de preferência em particular. Dê um reforço positivo, elogie seja verdadeiro, quando necessário faça que ele entenda que algumas ações trazem consequências ruins, mas sempre procurando mostrar que a vida requer reflexões para a tomada de atitude para que ele não tome a sua fala como sinal de ameaça, assim o ajudará a repensar suas ações.

Observe quais são as dificuldades que os alunos possuem para a entrega de trabalhos, verifique se o comando das tarefas ficaram claros caso não tenham compreendido os oriente quanto a outras formas de pesquisas  através de sites, artigos e livros

 3ºProponha atividades fora do ambiente escolar.

Programe atividades para serem realizadas na comunidade onde vivem, com o objetivo de interagir com outros profissionais, sempre norteando o processo, para que eles percebam a importância dos outros profissionais e como suas atividades contribuem para o mercado de trabalho.​

​É importante levá-los a realizar esses projetos em grupo para que os mais tímidos sejam estimulados e aprendam com os mais desinibidos.

4 º Interaja de forma responsiva.

A interação responsiva é aquela em que o professor dá espaço para o aluno de forma flexível. Observe o que mais estimula o aluno, pois cada um deles são distintos com relação ao que gostam. Planeje sua aula de maneira que haja espaço para a participação do seu aprendente.

5 º Demonstre que sua aula não é algo tradicional e sim que há uma relação entre você e o aluno. 

Realize atividades onde a classe tenha oportunidade de interagir e expor opiniões. Valorize o conhecimento prévio de cada um. Distribua funções, delegue responsabilidades. Faça eles sentirem que fazem parte do processo.​

  º Promova a curiosidade

Provoque interesse, curiosidade e desafios proponha metas e se possível ofereça recompensas pode ser um ponto um  chocolate ou algo que você observa que é interesse deles. ​

7º Fornece Novos Recursos

Todos nós gostamos de novidades e os alunos não são diferentes, promova atividades, tarefas utilizando recursos  diferentes. Também é possível levar os próprios alunos a confeccionar algo em sala, peçam a eles que tragam uma nova proposta de algo que eles viram na internet ou em jornais.​

     Dê um reforço positivo

Elogie, acredite no potencial de cada um, não discrimine, leve cada um a participar compreendendo que cada um têm uma forma diferente de trazer sua contribuição. ​

  9º Contextualizar sua prática escolar

Faça uma  abordagem relacionando os conteúdos com o contexto pessoal dos alunos e da comunidade que estão inseridos. ​

​É importante partir de problemas reais para ensinar determinados conteúdos. Isso os ajudará a compreender a teoria além de estimular e promover a reflexão.​

 10º Não compare os alunos

Comparar definitivamente não é estimulante, pois cada um é distinto, saber valorizar o potencial de cada um isso sim estimula.​

Às vezes os próprios alunos possuem dificuldades em identificar suas potencialidades, tenha um olhar sensível e identifique o ponto forte de cada um, elogie, acredite e os leve a acreditarem em si mesmo.​

11º Valorize Mais o Esforço Que Os Resultados

É natural em todos nós perceber que há quem cante melhor, fala melhor, escreve melhor ou faça tantas outras coisas que os leva a destacar e isso também é algo claro na vida dos alunos. São exatamente essas situações que podem contribuir de maneira positiva ou negativa quanto a formação pessoal de cada um, portanto valorize mais o esforço do que os resultados.​

Por mais que você seja focado ame seus alunos traga recursos e metodologias novas sempre haverá aqueles que apresentam melhor resultados, como nosso objetivo é alcançar a todos valorize o esforço de cada um os levando a entender que nesse time todos são importantes.​

 12º Proponha Tarefas Alcançáveis

Propor atividades com muita problemática é algo que traz preguiça desencorajamento e desânimo, promova algo que seja alcançável. Em caso de uma nova turma procure conhecê-la antes de propor metas se aproxime dos alunos leia relatórios sobre cada um deles converse com profissionais que já trabalharam com a nova turma. ​

 13º  Elimine as Distrações

​Eliminar as distrações é fundamental, encoraje a não usar o celular em sala de aula além de outros materiais que podem contribuir para perda do foco.​

Reflexão

Independente das metodologias e recursos aplicados, sempre haverá alunos com dificuldades e resistências mais nosso papel é nunca desistir o importante é fazê-los perceber que você está alí para estimular e contribuir .​


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.