Autismo e Intervenção

Autismo

É uma doença grave, crônica, que compromete o desenvolvimento normal de uma criança e se manifesta antes do terceiro ano de vida. Se caracteriza por lesar e diminuir o ritmo do desenvolvimento psiconeurológico, social e linguístico. O termo Autismo foi utilizado pela primeira vez pelo psiquiatra Bleuler, no início do século XX, a fim de caracterizar um sintoma que ele julgou ser secundário da esquizofrenia. Este utilizou-se da palavra Autos, de origem grega que significa (si mesmo, fazendo uma comparação a pessoa com esquizofrenia “ que vivem em um mundo muito pessoal e deixam de lado qualquer outro contato com o mundo” (BETTELHEIM, 1987).

Diagnóstico

Deve ser baseado de acordo com o DSMV e o Cid 10.

Possíveis causas

A ciência continua realizando diversos estudos sobre o assunto: autismo, mais ainda não sabe porque este ocorre ; todavia a uma linha de estudiosos que acreditam que há evidências de que haja predisposição genética que contribui para seu aparecimento.

Incidência

Sendo quatro vezes mais frequentes em pessoas do sexo masculino. Segundo a “Crescer” Um novo relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CD), dos Estados Unidos, mostrou um aumento de 15% no número de crianças que fazem parte do transtorno do espectro autista (TEA) em relação aos dois anos interiores. Isso significa 1 caso para cada 59 crianças, está dentro do transtorno do espectro autista.

Primeiros Sinais:

  • Não apresenta contato com os olhos;;
  • Recuso de colo ou afagos
  • Faz pouco ou nenhuma expressão em resposta ao sorriso da mãe;
  • Não aponta para objetos ou eventos para mostrar ou chamar a atenção dos pais;
  • Raramente mostra expressões faciais apropriadas à situação vivenciadas;

Características:

  • Não contém contato visual;
  • Resistente a contato físico;
  • Acentuada hiperatividade;
  • Resistente ao aprendizado;
  • Apresenta risos e movimentos inapropriados;
  • Em alguns casos apresenta agressividade;
  • Não apresenta receio e noção de perigo;
  • Movimenta objetos de forma peculiar;
  • Apresenta dificuldade em se socializar;
  • Demonstra indiferença nas relações sociais;
  • Utiliza as pessoas como ferramentas para realização de algo;
  • Apresenta dificuldades na mudança de rotinas;
  • Apresenta apego demasiado a determinados tipos de objetos.

O que é intervenção?

Segundo o dicionário intervenção é o ato de intervir, de exercer influência em determinada situação na tentativa de alterar o seu resultado.

A Intervenção e o Psicopedagogo

A intervenção psicopedagógica pode ser de forma preventiva, a qual detecta as dificuldades e promove as sugestões metodológicas. O psicopedagogo tem como proposito estimular e potencializar o desenvolvimento cognitivo, observando de qual maneira o individuo aprende. O psicopedagogo trabalha as funções executivas e sociais, investigando, detectando e intervindo as causas que levam ao fracasso escolar.

Tratamentos evidencias Cientificas

  • Suporte fonoaudiólogo (principalmente nos 3 primeiros anos de vida);
  • Jogo simbólico (principalmente nos 3 primeiros anos de vida);
  • Escolarização (Estimular socialização);
  • Técnicas de T.O de Socialização, recreação e AVD;
  • Pecs, ABA;
  • Teacch;
  • Atividades Físicas;
  • Abordagens Pedagógicas;
  • Medicações;

Mas o que é ABA?

Análise do Comportamento Aplicada ( applied Behavior Anlysis; abreviando: ABA) é um termo advindo do campo científico do Behaviorismo, que observa, analisa e explica a associação entre o ambiente, o comportamento humano e a aprendizagem.

Ivan Pavlov, John B. Watson, Edward Thorndike e B.F Skiner foram os pioneiros que pesquisaram e descobriram os princípios científicos do Behaviorismo.

De acordo com Skinner (1957) Linguagem é comportamento aprendido, o qual nós não  nascemos com conhecimento total em como usar.

Linguagem

A linguagem é algo nato do ser humano, no decorrer da história humana é visível que o homem utilizou várias formas de se comunicar e no decorrer do tempo houve aprendizado quanto a forma de comunicação. Portanto a linguagem além de um instrumento necessário também é algo a ser aprendido, pois os sistemas simbólicos linguísticos, que a criança deve assimilar, são adquiridos progressivamente pelo contato com o meio.

Para ensinar crianças com autismo, ABA é usada como base para instruções intensivas estruturadas em situação de um-para-um.

O ABA trabalha o reforço do comportamento positivo. A terapia ABA envolve o ensino intensivo e individualizado das habilidades necessárias para que o autista posso alcançar autonomia.

A avaliação e intervenção são realizadas de forma individual são elaboradas com base no que foi avaliado, é aplicado uma metodologia pontuando o que está em déficit e se trabalha para reduzir o que está em excesso.

O que é DTT?

É o ensino por tentativas Discretas ( Discrete Trial Teaching –DTT) é uma das metodologias de ensino usadas pelo ABA. Apresenta um formato estruturado, comandado pelo professor e caracteriza-se por dividir sequencias complicadas de aprendizado em passos muito pequenas ou discretos (separados), ensinados um de casa vez durante uma série de tentativas junto com o reforço positivo. Caso necessário pode ocorrer a intervenção do professor como facilitador para o alcance desejado.

O treino em tentativas discretas (DTT) é uma estratégia de intervenção em ABA.

Um novo relatório do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CD), dos Estados Unidos, mostrou um aumento de 15% no número de crianças que fazem parte do transtorno do espectro autista (TEA) em relação aos dois anos interiores. Isso significa 1 caso para cada 59 crianças, está dentro do transtorno do espectro autista.

Método Pecs

É conhecido mundialmente por estar ligado aos componentes incitativos da comunicação por meio da utilização de figuras.

Sistema de Comunicação por Troca de Figuras (do Inglês, Picture Exchange Communication System) PECS foi desenvolvido em 1985 como um sistema de intervenção aumentativa /alternativa de comunicação exclusivo para indivíduos com transtorno do espectro do autismo e doenças do desenvolvimento relacionadas.

Métodos TEACCH

Trabalha-se a linguagem receptiva e expressiva. Para tanto são utilizados Estímulos visuais como fotos, figuras ou cartões, além estímulos corporais.

É um programa especial de educação talhado para as necessidades individuais do aprendizado da criança autista baseado no cotidiano. Nesse método o ambiente é estruturado para acomodar as dificuldades que a criança autista tem ao mesmo tempo que treina a sua performance para a aquisição de hábitos aceitáveis e apropriados.

Além desses existem outros tipos de abordagem para trabalhar com a criança autista.

É bom lembrar que para qualquer proposta realizada como método de intervenção é necessário um diagnóstico já concluído por uma equipe multidisciplinar composta por psicólogo, fonoaudiólogo, pedagogo, neurologista e um psicopedagogo.

A partir daí é realizado um plano de ação que esteja em conjunto com todos os profissionais citados junto com o apoio familiar a fim de alcançar as propostas estabelecidas no planejamento, tal como seu desenvolvimento, cognitivo, social e afetivo.

Referências Bibliográficas:

Apostila Ajuda-nos a Aprender Um Programa de Treinamento em A(Análise do Comportamento Aplicada )em ritmo auto-estabelecido.Kathy Lear, 2º Edição 2004. Disponível em: file:///C:/Users/TORRE/Downloads/Autismo-ajude-nos-a-aprender%20(1).pdf

AUTISMO. https://revistacrescer.globo.com/Criancas/Comportamento/noticia/2018/04/autismo-1-em-cada-59-criancas-estao-dentro-do-espectro-autista.html

BOSA, C. Y. Maria. Autismo: Breve revisão de diferentes abordagens. Psicol.Reflex. Crit., vol. 13, no. 1, 2000

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.