Aprendizagem

APRENDIZAGEM

É o ato ou efeito de aprender algo, é o processo onde competências e habilidades são adquiridos ou aperfeiçoados. São vários os fatores que podem trazer contribuição: o  emocional, o ambiente, metodologias específicas, abordagens e experiências vividas. O professor é mediador nesse processo colocando-se entre o aluno e a aprendizagem, facilitando o entendimento,  utilizando novas linguagens, encontrando novos caminhos para proporcionar ao seu aprendem-te o conhecimento necessário.

A abordagem cognitivista diferencia a aprendizagem mecânica da aprendizagem significativa.

  • Aprendizagem mecânica – refere-se  à aprendizagem de novas informações com pouca ou nenhuma associação com conceitos já existentes na estrutura cognitiva.
  • Aprendizagem significativa – processa-se quando um novo conteúdo ( ideias ou informações ) relaciona-se com conceitos relevantes, claros e disponíveis na estrutura cognitiva, sendo assim assimilado por ela.

Dentro do cognitivismo podemos citar : Jean Piaget, que na procura do conhecimento humano criou a teoria psicogenética, essa teoria se trata do modelo explicativo que estabelece as relações existente entre a mente e (a psique humana) e a origem (a gênese) dos processos evolutivos que se desenvolvem no indivíduo. Vygotsky, entre tantas contribuições desse teórico é possível mencionar a teoria do desenvolvimento proximal, onde esta é a distância entre o conhecimento adquirido por si só e o conhecimento adquirido com a ajuda de outros elementos ou grupo social. Ausubel, traz a importância da aprendizagem compreendida e interiorizada, trazendo assim significado.

A aprendizagem mecânica se dá por uma aquisição de uma informação mas não de um conhecimento; todavia a aprendizagem significativa não exclui a mecânica pois há conhecimentos que são arbitrários, mas deve-se ser considerada a tomada inicial para reflexão, análise e aprofundamento no conhecimento. Bruner destaca o processo da descoberta, através da exploração de alternativas. Ela se dá quando o professor apresenta diversas ferramentas e  motiva os alunos para realizar suas próprias descobertas, Gardner traz uma reflexão sobre a teoria das inteligências, elevando em consideração a genética, pois acredita que algumas pessoas já nascem com certas inteligências.

Na teoria  comportamentalista podemos citar: Pavlov, que menciona a teoria dos reflexos adicionados, Watson diz que o ambiente em que vivemos é determinante para a ocorrência da aprendizagem. Skinner faz uma relação da aprendizagem com o condicionamento respondente e operante .

Na teoria Humanista, ensina que o ser humano possui em si uma força de autorrealização, que conduz o indivíduo ao desenvolvimento criativo e saudável. Temos como representante: Maslow este apresenta uma reflexão sobre as nossas ações que segundo ele são motivadas pelas satisfação de nossas necessidades. Wallon procurou ver o indivíduo de forma completa levando em consideração a afetividade, a cognição e motores, seus estudos sobre a totalidade do ser afetivo, social e intelectual denominou a psicogênese   e Rogers ele compara o papel do professor com a de um terapeuta mostrando que o trabalho do professor é facilitar o aprendizado. 

São muitas as  contribuições que cada teórico trouxe sobre a educação mais entre elas vamos explorar mais um pouco de Jean Piaget, conhecido como o pai da pedagogia moderna, cuja influência na psicologia, parte  da consideração de que esta se realiza por meio do desenvolvimento mental, através da linguagem, das brincadeiras e da compreensão. Segundo Piaget o desenvolvimento cognitivo, que é a base da aprendizagem, se dá por assimilação e acomodação.

  Desequilíbrio  →  Assimilação  →  Acomodação  → Equilíbrio

     Esquema Antigo            Adaptação                              Novo Esquema

A assimilação é o processo de adaptação do   indivíduo onde ele incorpora os novos conhecimentos as estruturas cognitivas que já possui. (1977), a assimilação é tomada como a capacidade do sujeito incorporar um novo objeto ou ideia a um esquema, ou seja, às estruturas já construídas ou já consolidadas pela criança.

O conhecimento é um processo, que se dá por assimilação e acomodação, que são ferramentas onde na assimilação o sujeito incorpora uma nova ideia a um conhecimentos já existente na acomodação o pensamento se modifica a partir do novo conhecimento o que leva a um equilíbrio entre os dois processos, a assimilação que traduz estabilidade a acomodação que traduz novidade e mudança.

Para que mesmo esses apontamentos?

Para o entendimento que realizar uma aprendizagem significativa é fundamental, na sala de aula, no seu consultório, no seu ambiente de ensino, pois é ela que vai trazer transformação na vida do seu aprendem-te o levando a ter uma participação ativa. Mais vamos prosseguir, lembrando que sempre vale apena rever os conceitos que  norteiam esse processo .

Motivação

A motivação é algo fundamental para o processo de aprendizagem. O estudo da motivação considera  três tipos de variáveis. 

  1. O ambiente
  2. As forças internas do indivíduo como: necessidade, desejo, vontade, interesse, impulso e instinto.
  3. O objeto  que atrai o indivíduo por ser a fonte de satisfação da força interna que o mobiliza.

A motivação é o que mobiliza o sujeito  para a ação a partir da relação estabelecida entre ambiente, a necessidade e o objeto de satisfação.

Ela também está inserida em todas esfera de  nossa vida, trabalho, lazer e escola. Nossa preocupação quanto ao ensino implica em criar condições tais que o aluno sinta-se estimulado  a aprender.

Como estimular meu aluno?

  • Segundo Bruner o aluno deve ser desafiado, para que deseje saber, a  forma de criar este interesse é dar a ele a possibilidade de descobrir.
  • Desenvolver nos alunos uma atitude que garanta o desejo mais duradouro de saber e querer aprender sempre.
  • Utilizar uma linguagem acessível de fácil compreensão. 
  • As tarefas sugeridas devem ter um grau adequado de complexidade Tarefas  difíceis geram fracasso e fáceis, que não desafiam, levam à perda do interesse.

“O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança descobrir. Cria situações-problemas”. (Jean Piaget)

O presente trabalho visa trazer uma reflexão sobre a prática escolar e o processo de ensino e aprendizagem,  procurando entender o aluno, suas dificuldades, suas potencialidades, conseguir visualizar possíveis transtornos e construir caminhos para promover o aprendizado. É necessário que os educadores estejam compromissados em procurar estimular seus alunos facilitando a construção de saberes.

Sendo assim promover uma aprendizagem significativa, procurando considerar todo contexto do aluno sabendo valorizar suas experiências e respeitando a individualidade de cada um é fundamental.

São muitas as teorias mais cabe ao educador fazer a ponte entre a teoria e a prática .Continue lendo

Posts mais recentes
Siga-nos

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.


Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre. Paulo Freire

Sobre nós

Este site teve início com a professora Ellen e nosso objetivo é em fornecer um conteúdo que contribua com sua aprendizagem.

Fale conosco


um comentário

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.