O que te falta para ser empoderada?

Foto por Andrea Piacquadio em Pexels.com

Neste texto quero  chamar a atenção sobre o empoderamento e quero saber o que te faz empoderada? Apesar de não querer me prender a conceitos, não posso deixar de esclarecer o que é empoderamento, portanto continue comigo que tenho certeza que de alguma forma você vai se identificar.

O que é empoderamento?

É a ação social coletiva participativa que contribui para a conscientização civil dos direitos sociais e civis.

Esta consciência torna possível a liberdade do indivíduo ou de um grupo a se  superar e conquistar a  independência, tornando cada indivíduo capaz de tomar suas próprias decisões, assumir suas preferências, construir sua autoestima, responder por si de forma consciente. 

Empoderamento é a ação de se tornar poderoso, de passar a possuir poder autoridade, domínio sobre: processo de empoderamento de classes desfavorecidas. Gíria passar a ter domínio sobre a sua própria vida; ser capaz de tomar decisões sobre o que lhe diz respeito. Dicio.com.br 

Como surgiu o empoderamento?

O termo empoderamento é um neologismo da expressão inglesa empowerment, que, traduzindo para o  português significa delegar o poder ou o fortalecimento. O termo foi traduzido do inglês pelo educador Paulo Freire.

Empoderamento feminino X Feminismo

O empoderamento feminino é a consciência da necessidade de haver igualdade política, social e econômica entre homem e mulher sendo capaz de expressar isso em suas ações.

Feminismo é  um movimento social que surgiu após a revolução francesa, se fortaleceu na Inglaterra no século XIX, este movimento luta pela igualdade de condições entre homens e mulheres tendo como objetivo que ambos tenham a mesma oportunidade.

Princípios do empoderamento feminino: 

  1. Estabelecer liderança corporativa de alto nível de igualdade de gênero.
  2. Tratar todos os homens e mulheres de forma justa no trabalho.

 Respeitar e apoiar o direitos humanos e a não discriminação.

  1. Garantir a saúde, a segurança e o bem estar de todos os trabalhadores e trabalhadoras.
  2. Promover a educação e formação e o desenvolvimento profissional das mulheres.
  3. Implementar o desenvolvimento empresarial e a prática da cadeia de suprimentos e de marketing que empoderem as mulheres.
  4. Promover a igualdade através de iniciativas e defesa comunitária.
  5. Mediar e publicar os progressos para alcançar a igualdade de gêneros.

Empoderamento diz respeito a se conhecer e identificar o que você deseja e o que te faz feliz. É ser capaz de administrar a sua vida, marido, filhos etc. sendo capaz de honrar e compreender, sem abandonar seus sonhos e projetos criando estratégias para alcançar seus objetivos, é procurar em si construir habilidades que te farão alcançar suas metas.

Empoderamento diz respeito a se conhecer e identificar o que você deseja e o que te faz feliz. É ser capaz de administrar a sua vida, marido, filhos, estudo, trabalho etc., sendo capaz de honrar e compreender, sem abandonar seus sonhos e projetos criando estratégias para alcançar seus objetivos de forma autônoma, é procurar em si construir habilidades que te farão alcançar suas metas.

O que contribui  para o empoderamento:

Foto por Jill Wellington em Pexels.

O autoconhecimento.

Foto por Anna Shvets em Pexels.com

Resistir a discriminação que têm como base a exclusão por conta da idade

Foto por CoWomen em Pexels.com

O espaço no mercado de trabalho.

Foto por Mikhail Nilov em Pexels.com

O autocuidado

Foto por Gabby K em Pexels.com

O aperfeiçoamento profissional e pessoal

Foto por Kat Jayne em Pexels.com

A luta contra a violência doméstica

 E o que mais poderia dizer?

Dos amores e desamores? Dos NÃO  que recebemos? da luta pelo casamento ou pelos filhos?

O que te faz empoderada? Faça o bem pra você mesma, segundo a psicóloga Verônica do Instituto I9c, quando dizemos, sim para os outros estamos dizendo não a si mesma. Preste atenção em você, se dedique aquilo que te faz feliz, se empodere e faça escolhas conscientes.

Não podemos nos esquecer de nossas mães e avós que se tornaram empoderadas, sem tecnologia, sem oportunidades, sem internet, sem cursos gratuitos que por vezes são oferecidos pelo governo e meios de comunicação,  sem a leitura de bons livros os quais hoje são disponibilizados em PDF. Mulheres que se fizeram empoderadas pois estavam a frente do seu tempo e se reinventaram para lutar por si e sua família; utilizando as ferramentas  que tinham, ora  lavando roupa no rio ou no tanque, ora bordando, cozinhando, limpando  costurando, mas tendo como principal ingrediente, a perseverança, a fé, a alegria e a capacidade de procurar em si forças para lutar e vencer.

Dedico este texto a todas as mulheres que se fizeram empoderadas em todas as décadas sem perder a esperança de fazer valer seus direitos e seu valor.