O que te faz feliz?

Foto por Irina Iriser em Pexels.com

Sempre gosto de observar as coisas mais simples da vida e como elas trazem prazer e bem estar, por vezes, são coisas que passam despercebidas por muitos, tais como: brincar com os filhos, fazer caminhadas olhando a natureza, apreciar cachoeiras ou mesmo contemplar o nascer do sol, eu particularmente aprecio a leitura e isso é algo que me proporciona muito prazer.

Há eventos mais elaborados que propõem boas experiências, como: realizar viagens, visitar museus, países com culturas diferentes ou assistir espetáculos. Todavia, por mais que existam diversas formas de lazer  e de onde encontrar satisfação, o bem estar é algo pessoal e têm haver com o que te  faz bem.

Você já parou para pensar no que te faz bem ? Quais são as coisas que te trazem  alegria e prazer?

De certo, já temos uma ideia fornecida pelos profissionais da saúde sobre a importância de se alimentar de forma balanceada, beber muita água,  realizar caminhadas e evitar excessos. Aprendemos também  que para garantir a saúde mental  é importante: dormir bem,  sair da rotina, praticar o autoconhecimento, entre outras ações. Todavia se sentir bem e feliz vai além dos cuidados básicos do ser humano, diz respeito ao que te traz alegria!

Esse é um grande desafio: encontrar o caminho das pedras que te leve a auto realização e alegria.

Em meio a nossa reflexão é possível ver que várias coisas podem trazer felicidade, desde coisas mais simples, quanto as mais complexas, todavia todas elas são temporais, como então definir felicidade, contentamento e alegria como algo permanente? Como algo durável que possamos realmente dizer sou feliz!

Segundo Daniel Gilbert, professor de psicologia da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, que estuda a felicidade a duas décadas ser feliz é simplesmente se sentir bem e isso não é duradouro.

Para Aristóteles , filósofo grego, a felicidade é adquirido através da aquisição do que se deseja, a prática de ações virtuosas, sendo que essas ações são realizadas com o exercício do pensamento, sendo embasadas por justiça e razão.

Para Platão, a função da alma é ser virtuosa e justa e através desta prática se encontra a felicidade.

Para Freud felicidade é a ausência do sofrimento e ter prazer intenso.

Segundo Einstein, Uma vida calma e modesta, traz mais felicidade do que a busca pelo sucesso combinada com a constante inquietação.

Para o cristianismo a única forma de ser feliz é em Deus pois só ele é imutável, eterno e poderoso em fornecer a realização humana.

Entre tantas reflexões sobre o que é ser feliz, e tendo como base os tantos pensamentos aqui apresentados, acredito que a felicidade é algo construído todos os dias com pensamentos positivos e ações que contribuem para a aquisição.

Em busca do exercício para ser feliz , listamos algumas ações que podem contribuir para esta construção:

  1. Seja grato, a gratidão remete a valorizar o que se recebe ou o que se têm. Essa ação colabora para o bem estar e sensação de satisfação.
  2. Valorize as pequenas coisas, talvez ocorra de algumas coisas te parecerem comuns, mas valorizar cada uma delas, trará prazer em tê-las.
  3. Valorize as pessoas com quem você se relaciona. Sem dúvida nenhuma o que cultivamos nos outros retorna para nós, portanto valorizar a família, os amigos, empregados e seus superiores, colabora para ter bons relacionamentos e isso contribui para se socializar e ser feliz.
  4. Valorize momentos como assistir o nascer do sol, conversar com os amigos, saborear aquilo que te traz prazer entre outras coisas, entendo que cada momento é único.
  5. Ame mais e perdoe mais, pois somos todos imperfeitos.
  6. Aumente o número de abraços, beijos e afagos.
  7. Realize passeios com as pessoas a quem você ama.
  8. Tire um tempo para estar a sós e se auto avaliar.
  9. Espere menos dos outros.
  10. Se doe na medida que puder, entendendo que o que você dá a vida se encarrega de te devolver.
  11. Mantenha suas finanças bem administradas. Preocupação e ansiedade por conta de dividas é uma das causas que mais tira o sono e rouba a alegria.
  12. Veja filmes e escute músicas que te inspire e estimule.
  13. Evite pessoas que te deixe para baixo.
  14. Evite os sugadores ( são aqueles que sugam seu tempo, sua energia e seu dinheiro).
  15. Não fale dos seus problemas para quem não pode te ajudar.
  16. Abençoe sempre que for possível, abençoe a família, os amigos e os desconhecidos, pois a generosidade precede de bons valores.
  17. Respeite o seu espaço e seu limite. Só nós mesmos conhecemos o nosso limite, não espere que as outras pessoas entendam que você não suporta mais uma situação, pois enquanto for conveniente ao interesse delas, não mudarão de atitude.
  18. Cultive o hábito de cantar, segundo o blog amigos do Freud Cantar gera harmonia psíquica e reforça o sistema imunológico, importantes frente a problemas tão freqüentes hoje, como transtornos do sono, doenças circulatórias e a síndrome de burnout – a exaustão emocional.
  19. Faça o uso da fé, respeitando sempre a credulidade do outro.
  20. Ame-se, cuide-se e aceite-se.

Referências Bibliográficas:

Amigos do Freud. A importância do Cantar. Disponível em: http://amigosdofreud.blogspot.com/2008/04/importncia-de-cantar.html

Consultório de psicologia. Maria Grazia O que é Felicidade?. Disponível em: https://consultoriodepsicologia.blogs.sapo.pt/5092.html

Filosofia Antônio Carlos Oliviere. Filosofia e Felicidade Disponível em:

https://educacao.uol.com.br/disciplinas/filosofia/filosofia-e-felicidade-o-que-e-ser-feliz-segundo-os-grandes-filosofos-do-passado-e-do-presente.htm


“A felicidade às vezes é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.” – Paulo Coelho.
  1. Olha, ainda mais em tempos de quarentena, digo-te que duas simples atitudes funcionam bem para que eu possa espantar esta…