Vygotsky E A EDUCAÇÃO MEDIADA

Lev Vygotskij – Store norske leksikon

Nascido em 17 de novembro de 1896, em Orsha, União Soviética.

Formou-se em Direito pela Universidade de Moscou, em 1918. Além da sua graduação em psicologia, obteve destaque em suas críticas literárias e análises do significado histórico e psicológico das obras de arte, trabalhos que foram introduzidos no livro psicologia da Arte.

Vygotsky foi um grande  fundador da escola soviética de psicologia histórico cultural. 

Para Vygotsky, pensamento e linguagem são processos interdependentes desde o início da vida, segundo ele o desenvolvimento cognitivo se dá por meio da interação social , ou seja, de sua interação com outros indivíduos e com o meio em que vive. Na realização desta interação entre os indivíduos é gerado novas experiências e conhecimentos.

Vygotsky defendia:

  • Que a transformação do homem se dá na relação com a sociedade.
  • Resistia às teorias inativas
  • Acreditava que como o homem é influenciado pela meio, assim também o meio sofre alterações.
  • Para ele a contribuição pedagógica influencia  o  processo de aprendizagem e o desenvolvimento do aluno.
  • A linguagem, apresenta características  da cultura de cada indivíduo.
  • A Zona proximal leva a criança a compreender e construir habilidades que precisam  ser aperfeiçoadas. 
  • Processamento das informações: A memória administra as informações de forma estruturada.
  • Ambiente escolar: Deve ser composto com recursos, metodologias e estratégias que levem os alunos a se envolver no processo de aprendizagem. 

Nos estudos de Vygotsky ele analisa o papel da escola no processo de evolução mental das crianças e atribuiu ao professor a função de estimular o desenvolvimento psíquico das crianças. Para este teórico o desenvolvimento cognitivo e a aprendizagem ocorre a partir da interação social, assimilação da cultura e os recursos apresentados e o processo ocorre de fora para dentro.

A linguagem

A linguagem pode parecer algo comum, mas é através dela que o ser humano interage, se conecta com o meio onde vive. Através dela é criado uma estrutura das funções psicológicas superiores (memoria, atenção, pensamento). A partir do momento em que o individuo adquiri a linguagem ele se senti introduzido no mundo em sua volta, pois obtém percepção da cultura que está incluído, do seu contexto social se dá conta que é capaz de realizar mudanças significativas.

Instrumentos Simbólicos

Para Vygotsky a fala humana é o comportamento de uso de signos mais importantes ao longo do desenvolvimento humano.

Para este teórico há dois tipos de elementos mediadores: os instrumentos e os signos.

Instrumentos: Equivale a um objeto social e mediador na relação do individuo com o mundo.

Os signos: corresponde a instrumentos de atividades psicológicas, que contribui para o equilíbrio e autocontrole.

Ele também defendia que a interação face a face é essencial para a construção do eu . Para ele o professor é mediador entre o aluno e o meio social e cabe a ele introduzir no ambiente escolar experiências que leve o aluno a compreender e assimilar o conhecimento; todavia ele entendia que além do professor, os elementos que cercam o aluno, tal como a cultura, ferramentas, mapas e as atividades pedagógicas também são mediadores para a aprendizagem.

Para Lev Vygotsky cada criança é única e era fundamental o convívio de alunos com diferentes resultado. Ele propõe dois níveis de desenvolvimento infantil, o primeiro e o nível de desenvolvimento real, que diz respeito a tudo que a criança consegue realizar sozinha, este nível indica que esta fase de desenvolvimento já esta completa e que a criança construiu as funções psicológicas até o momento.

O segundo é o nível de desenvolvimento potencial: Ocorre quando a criança não consegue realizar sozinha um conjunto de atividades, mas com a ajuda de um professor ou alguém que lhe oriente de forma adequada ela consegue resolver. A distancia entre esses dois níveis é o que Vygotsky chama de zona de desenvolvimento proximal.

“A Zona de Desenvolvimento Proximal define aquelas funções que ainda não amadureceram, mas que estão em processo de maturação, funções que amadurecerão, mas que estão, presentemente, em estado embrionário” (Vygotsky. 1984, p. 97)

Frases de Lev Semionovitch Vigotski:

O caminho do objeto até a criança e desta até o objeto passa por outra pessoa.

O aprendizado é mais do que a aquisição da capacidade para pensar; é a aquisição de muitas capacidades especializadas para pensar sobre várias coisas.

O único ‘bom aprendizado’ é aquele que vem para o avanço do desenvolvimento

O pensamento não apenas se expressa em palavras; ele adquire existência através delas.

A estrutura da língua que uma pessoa fala influencia a maneira com que esta pessoa percebe o universo.

Ao brincar, a criança assume papéis e aceita as regras próprias da brincadeira, executando, imaginariamente, tarefas para as quais ainda não está apta ou não sente como agradáveis na realidade.

Cada função no desenvolvimento cultural da criança aparece duas vezes: primeiro no nível social e, depois, no nível individual.

Referências Bibliográficas: