empoderamento

A linguagem é o recurso fundamental para nos relacionarmos, com ela expressamos nossas ideias, emoções e desejos;  utilizamos para nos aproximar das pessoas, conquistar nossas metas e lidar com os conflitos. 

Para Vygotsky, pensamento e linguagem são processos interdependentes desde o início da vida, segundo ele o desenvolvimento cognitivo se dá por meio da interação social , ou seja, de sua interação com outros indivíduos e com o meio em que vive. Na realização desta interação entre os indivíduos possibilita a geração de novas experiência e conhecimento.

Através da  linguagem corporal, também é possível nos comunicar e expressar nossas vontades anseios e nosso estado de espírito, através dela expressamos confiança, tristeza, medo e ansiedade.

A quem diga que uma imagem vale mais que centenas de palavras. Posturas, gestos e expressões faciais, permite o estudo da linguagem corporal chamada de Sinergologia.

Na verdade a linguagem sendo ela verbal ou não, torna possível, aproximação, credibilidade, confiança o que resulta em oportunidades e portas abertas. todavia todas estas questões devem ser trabalhadas a longo prazo, pois na verdade ninguém está bem o tempo todo, mas em uma  sociedade tão competitiva como a atual se cultiva a necessidade de manter a pose. 

Além das informações que passamos por intermédio, destas linguagens é comum utilizarmos  alguns recursos sendo eles acessórios, que também fornecem uma mensagem de empoderamento, confiança, autoestima e segurança. Colares, pulseiras e relógios são acessórios que expressam personalidade a qualquer tipo de roupagem; somando a isso a tecnologia proporciona aparelhos que somados a nossa lista torna o visual mais atraente, transmitindo uma mensagem de sucesso e superação.

É inegável, se sentir bem consigo mesmo e muito bom, mas até que ponto é necessário a corrida para o alcance desta meta?

A busca pelo bem estar é bem vinda; dá mesma forma que alcançar bons resultados em função do trabalho e desempenho pessoal é louvável, todavia a partir do momento que a busca pelo ter supera a importância do ser, deve-se ter cautela para não se torna obsessão ou necessidade de se adequar aos padrões da sociedade,  podendo causar ausência de equilíbrio, tendo por vezes a necessidade de cirurgias e riscos desnecessários.

Sem dúvida alguma aceitar a si mesmo e reconhecer  o que você tem de bom e o que precisa ser melhorado é o que realmente vai contribuir para uma real realização.

Em meio a tantas transformação da sociedade têm ocorrido a perca de valores, onde o ter supera a importância do ser.

É fundamental a necessidade de não se deixar perder os valores e identificar que a ânsia do ter não pode sufocar a necessidade de nos tornar pessoas melhores, pois se deixar moldar por uma imagem perfeita é mito.

O verdadeiro empoderamento se encontra não apenas no status, mais principalmente em amar, ser amado, na construção da família, na fé em Deus e nos valores que por vezes são esquecidos. Ainda que para muitos pareça antiquado.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.