A Força de Um Abraço

O toque têm o poder de mudar o estado de espírito, acalenta, alegra, afaga, acalma, traz equilíbrio emocional, melhora os batimentos cardíacos e além de todos adjetivos que se pode utilizar para expressar a explosão de emoções causados pelo toque, já foi provado que promove mudanças fisiológicas mensuráveis, sendo ele através de um abraço.

O abraço alivia a tensão, melhora o fluxo sanguíneo, libera a ocitocina, reforça o sistema imunológico, aumenta os níveis de hemoglobina, (pigmento do sangue responsável, por transportar o oxigênio, para os tecidos de todo o corpo) no organismo.

Um abraço caloroso têm poder de fazer uma pessoa se sentir acolhida e amparada, quando dado com carinho contribui para o equilíbrio emocional.

Na universidade da Carolina do Norte, na EUA, a psicóloga Karen Grewn, realizou pesquisa sobre os efeitos de um abraço, e comprovou que o carinho pode aliviar a dor. Ela e sua equipe recrutaram mulheres que sofrem de enxaqueca, e durante os testes, as participantes relataram melhora significativa na dor de cabeça.

Em todas as fases da vida o abraço deve estar presente, na infância, ele significa amparo, segurança e aumenta o vínculo.

Na fase adulta, preenche lacunas emocionais, libera hormônios e contribui com a autoestima e alegria, entre outros fatores que já foram mencionados, na velhice combate o isolamento e a depressão. O abraço transmite afeto e contribui com a qualidade de vida do idoso que muitas das vezes é tão esquecido.

Portanto abrace, ame, perdoe, releve e não permita que nenhum obstáculo impeça que ocorra o toque em suas relações, permita-se a abraços longos, apertados e afetuosos.

Seja ele um abraço de cortesia, camarada, protetor, afetuoso ou apaixonado, apenas não deixe de investir na sua qualidade de vida e proporcionar o mesmo a alguém.

Referência Bibliográfica: